PROGEO investe no uso de martelos vibratórios para atender demanda do mercado

É característica da PROGEO absorver rapidamente as demandas do mercado e entregar obras seguras e de alta qualidade técnica. Patrocinadora do II Workshop Brasileiro sobre Cravação de Estacas com Uso de Martelo Vibratório e associada coletiva da ABMS, a empresa é especializada na execução de serviços especiais de geologia, de engenharia geotécnica e recuperação de estruturas. Além de utilizar o martelo vibratório para cravação de estacas, pranchas, perfis e outros materiais nas obras de fundações, a empresa tem adotado também o uso desse equipamento nas obras de contenção – consideradas seu grande diferencial.

Foto: Divulgação/PROGEO

Segundo Tales Durães, gerente de engenharia da PROGEO, a excelência na execução desse tipo de obra é fruto de quase 40 anos de prática na área. “O nível de especialização da PROGEO nessa frente é muito alto, o que nos torna muito competitivos”, diz Tales.

Para o engenheiro, exatamente por contar com um time experiente e possuir reconhecida capacidade gerencial, a PROGEO conquista a confiança de seus clientes a ponto de ser acionada para atender diferentes tipos de obras. Ele afirma que essas oportunidades são, muitas vezes, aproveitadas pela empresa, que amplia seu repertório de serviços para atender às demandas do mercado.

Utilização de martelos vibratórios

Uma dessas demandas foi o uso de martelos vibratórios na cravação de estacas. O engenheiro conta que o uso desses equipamentos tem conquistado a atenção do mercado por conta de seus benefícios. Não demorou, portanto, para que esse recurso fosse demandado pelo mercado à PROGEO.

“Começamos a perceber que os clientes estão conhecendo melhor o martelo vibratório”, diz Durães. “Eles querem saber das vantagens de utilização do equipamento e colocam isso como uma demanda para nós”. Por conta disso, a PROGEO, segundo ele, tem executado obras recentes “com muito sucesso” usando o martelo vibratório, especialmente em contenções.

Apoio ao Workshop


Tales afirma que a PROGEO considerou importante patrocinar a segunda edição do Workshop. “Apoiar a divulgação do conhecimento e a discussão de ideias e técnicas devem fazer parte da cultura das empresas executoras que veem as vantagens e os benefícios do equipamento”, diz. “Permite também que a empresa possa acompanhar e participar do debate, enxergar novas oportunidades, analisar os tipos de martelos e os cuidados necessários para a utilização dos equipamentos”.

“A utilização de martelos vibratórios para cravação de estacas tem criado cada vez mais força no Brasil e não podemos ficar de fora desse crescimento”, sustenta o engenheiro.